Coronel Alírio acompanhou manifestação em cima do trio elétrico no dia 7 (Foto: Divulgação)

O recuo Jair Bolsonaro (sem partido) na carta à nação, em que até fez elogios ao ministro Alexandre de Moraes e prometeu respeitar as instituições, não frustrou os bolsonaristas em Mato Grosso do Sul. Líderes dos movimentos e os políticos aliados do presidente adotaram o pragmatismo para manter o apoio incondicional. Nem a participação de Michel Temer (MDB) abalou a fé no capitão.

Ler mais