Tag: dagoberto nogueira (page 1 of 5)

Com aval de Beto, Dagoberto, Fábio e Vander, quarentena causa revolta em policiais e militares

Polêmica proposta que praticamente tira policiais, militares, juízes e promotores das eleições teve o aval de Beto Pereira, Vander, Fábio e Dagoberto (Foto: Arquivo)

Com o apoio de quatro deputados federais de Mato Grosso do Sul – Beto Pereira (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT), Fábio Trad (PSD) e Vander Loubet (PT) – a Câmara dos Deputados aprovou a emenda que impõe quarentena de quatro anos para candidatura de juízes, promotores, policiais e militares. A proposta causou revolta e indignação nas categorias. Atualmente, 16 policiais ocupam cargos eletivos no Estado.

Ler mais

Rose e Bia contrariam o PSDB e votam com Trutis e Dr. Ovando a favor do voto impresso

Após ser bombardeada por votar a favor do fundão de R$ 5,7 bilhões em 2022, Rose contraria o partido e vota com os bolsonaristas a favor do voto impresso (Foto: Arquivo)

Em meio a pressão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e desfile de tanques militares em Brasília, as deputadas Bia Cavassa e Rose Modesto contrariaram o PSDB e acompanharam Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, ambos do PSL, pela volta do voto impresso nas eleições de 2022. Quatro deputados de Mato Grosso do Sul ajudaram a derrotar a proposta no plenário da Câmara dos Deputados na noite desta terça-feira (10).

Ler mais

Beto, Bia e Ovando votam a favor do “PL da Grilagem”, que facilita desmatamento no País

Dos oito deputados, quatro votaram contra e uma, Rose Modeste, não votou (Foto: Arquivo)

Três dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Beto Pereira e Bia Cavassa, do PSDB, e Dr. Luiz Ovando (PSL) – foram os únicos que votaram a favor do Projeto de Lei 2.633, conhecido como “PL da Grilagem”. Apesar de ser duramente criticada, por legalizar a invasão de áreas públicas e estimular o desmatamento, a proposta foi aprovada, na noite desta terça-feira (3), pela Câmara dos Deputados por 296 a 136 votos.

Ler mais

Rose, Bia, Ovando, Beto Pereira e Nelsinho aprovam fundo de R$ 5,7 bi para eleições de 2022

Beto Pereira, Bia Cavassa, Rose Modesto e Dr. Luiz Ovando aprovam triplicar o gasto com campanha eleitoral, apesar da mais grave crise enfrentada pelo Brasil (Foto: Campo Grande News)

Em meio a mais grave crise econômica da história brasileira, com falta de dinheiro para reajustar salários e fazer investimentos para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou o aumento de 185% no Fundo Eleitoral. Com aval dos deputados federais Beto Pereira, Bia Cavassa e Rose Modesto, do PSDB, e Dr. Luiz Ovando (PSL) e do senador Nelsinho Trad (PSD), o dinheiro a ser torrado nas eleições passou de R$ 2,034 bilhões, no ano passado, para R$ 5,7 bilhões.

Ler mais

Bancada eleva gasto com cota em 21%; Trutis é campeão ao superar políticos tradicionais no semestre

Trutis gastou R$ 231 mil de janeiro a junho deste ano e se tornou o campeão em gastos com a cota parlamentar (Foto: Arquivo)

Apesar da pandemia não ter chegado ao fim, os deputados federais de Mato Grosso do Sul elevaram em 21% o montante desembolsado com cota parlamentar no primeiro semestre, de R$ 1,121 milhão, em 2020, para R$ 1,357 milhão neste ano. O campeão em gastos foi Loester Trutis (PSL), eleito com o discurso de renovação, que desbancou os políticos tradicionais, conforme o Portal da Transparência da Câmara dos Deputados.

Ler mais

Bia, Beto, Ovando e Trutis aprovam MP da Eletrobras que inclui R$ 84 bi na conta de luz

Beto Pereira não tinha votado em maio e agora votou projeto com jabutis que podem deixar conta de luz mais cara (Foto: Arquivo)

Quatro dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Bia Cavassa e Beto Pereira, do PSDB, Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, do PSL – aprovaram a MP (Medida Provisória) da privatização da Eletrobras, inclusive com os “jabutis”. Especialistas estimam que a proposta repassa R$ 84 bilhões para o consumidor final, ou seja, vai acabar sendo calculado na tarifa de energia elétrica.

Ler mais

Seis dos oito deputados de MS aprovam mudanças na Lei de Improbidade, festejada por Lira

Bia, Ovando, Fábio, Trutis, Rose e Vander aprovaram mudança na Lei de Improbidade, que dificulta a denúncia pelo MPE, já que passa a exigir a prova do dolo do acusado de ter cometido o crime (Foto: Arquivo)

Seis dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul aprovaram o projeto que muda a Lei de Improbidade Administrativa. A votação ocorreu nesta quarta-feira (16), sob pressão do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), condenado duas vezes por improbidade em Alagoas. Apenas Dagoberto Nogueira (PDT) foi contra a nova legislação.

Ler mais

Quatro deputado de MS aprovam privatização da Eletrobras e conta de luz pode ficar mais cara

Medida terá impacto no dia a dia da população:: privatização deve deixar a conta de luz ainda mais cara (Foto: Arquivo/Midiamax)

Quatro dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul – Bia Cavassa e Rose Modesto, do PSDB, Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, do PSL – votaram a favor da privatização da Eletrobras. A Medida Provisória foi aprovada por 313 a 166 votos. Conforme entidades do setor e especialistas, a venda da estatal pode encarecer a conta de luz em até 20%. Governo e relator dizem que haverá redução.

Ler mais

Só três deputados de MS aprovam projeto que proíbe interromper aulas na pandemia

Cinco dos oito deputados federais de MS foram contra a proposta que permite a retomada das aulas presenciais no pico da pandemia (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Somente três deputados federais de Mato Grosso do Sul – Beto Pereira (PSDB), Dr. Luiz Ovando e Loester Trutis, ambos do PSL – aprovaram o Projeto de Lei 5.995/20, que proíbe a interrupção das aulas da educação básica e em universidades durante a pandemia. Cinco dos oito parlamentares do Estado foram contra a proposta, que acabou sendo aprovada por 276 votos, contra 164, nesta terça-feira (20) na Câmara dos Deputados e segue para o Senado.

Ler mais

Seis dos oitos deputados federais de MS aprovam compra de vacina por empresas privadas

Apenas dois deputados federais de Mato Grosso do Sul, Dagoberto Nogueira (PDT) e Vander Loubet (PT), votaram contra o projeto de lei que autoriza a compra de vacinas contra covid-19 por empresas para imunização de seus empregados e sócios. A mudança na legislação contou com o aval de seis parlamentares.

Ler mais
« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑