Rose, Ovando, Bia e Beto Pereira aprovaram a MP 1045, que tira férias e 13º para incentivar a contratação de jovens no mercado de trabalho (Foto: Reprodução/Campo Grande News)

Cinco dos oito deputados federais de Mato Grosso do Sul aprovaram a MP 1045, conhecida como minirreforma trabalhista, que cria programas para contratar jovens de 18 a 29 anos sem o pagamento de direitos consagrados no Brasil, como férias remuneradas, 13º e FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Apenas Dagoberto Nogueira (PDT), Fábio Trad (PSD) e Vander Loubet (PT) foram contra a Medida Provisória 1045.

Ler mais