Tag: CRISE (page 1 of 2)

Com MS a beira do colapso, deputados elevaram gasto com cota em 37,35% em quatro anos

Após repercussão do uso do dinheiro público para pagar rodada de cerveja, Paulo Corrêa promete publicar notas dos deputados na internet (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Apesar do Estado de Mato Grosso do Sul estar à beira do colapso financeiro, os deputados estaduais elevaram em 37,35% o gasto com a cota parlamentar em quatro anos, conforme o Portal da Transparência da Assembleia Legislativa. O valor médio passou de R$ 25,1 mil para R$ 34,5 mil neste ano.

Ler mais

Governo pagou seis meses de licença-prêmio a Hashioka, autor do “decreto da crise”

Parece repetição, mas esse é o salário de janeiro de 2018, quando o secretário de Administração teve o direito de receber seis meses de licença-prêmio em dinheiro (Foto: Reprodução)

Além de congelar os salários dos servidores, o secretário estadual de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, baixou decreto proibindo o pagamento em dinheiro de futuras licenças-prêmios. No entanto, em janeiro do ano passado, ele obteve autorização e acabou recebendo seis meses da licença especial não gozada.

Ler mais

Sem crise! Governo paga supersalário e secretário de Administração ganha R$ 92,9 mil

Hashioka, ao ser empossado pelo governador Reinaldo Azambuja, tem motivos de sobra para rir e ser feliz (Foto: Arquivo)

Não falta dinheiro para o Governo de Mato Grosso do Sul pagar os vencimentos para comissionados e os integrantes do primeiro escalão. O secretário estadual de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka Soler, recebe supersalário e acima do teto do funcionalismo público estadual, que é o valor de R$ 35.462,27 pago ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Ler mais

Vereadores ouvem clamor popular e vetam reajuste a secretários, vice-prefeita e Marquinhos

Gritaria nas redes sociais e cobrança nas ruas: vereadores mostram sensibilidade e recuam de reajuste nos salários de prefeito, vice-prefeita e secretários (Foto: Divulgação)

Os vereadores de Campo Grande ouviram a indignação popular e vetaram o reajuste de até 159% nos salários dos secretários municipais, da vice-prefeita Adriane Lopes (Patri) e do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Graças à gritaria nas redes sociais e até de duas manifestações no legislativo, a Câmara recuou e suprimiu a proposta para elevar o teto do funcionalismo público municipal. Ler mais

Patrimônio de deputados estaduais descola da crise do PT e cresce até 99,58% em quatro anos

Amarildo e Kemp são os milionários na bancada do PT na Assembleia, conforme declarações feitas à Justiça Eleitoral (Foto: Assembleia/Luciana Nassar)

A crise enfrentada pelo PT após o impeachment da presidente Dilma Rousseff e das acusações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou longe do patrimônio da bancada na Assembleia Legislativa. Conforme a declaração feita à Justiça Eleitoral, nos últimos quatro anos, o patrimônio dos deputados estaduais do partido teve crescimento expressivo e chegou a 99,58%. Só um petista teve evolução abaixo da inflação. Ler mais

Cidade fica sem gasolina, mas greve ganha força e apoio; ameaça de Temer vira “fakenews”

Carreata tomou conta da Avenida Afonso Pena na noite de sexta-feira em apoio à greve dos caminhoneiros (Foto: Campo Grande News)

A paralisação dos caminhoneiros completa seis dias neste sábado com mais força em Mato Grosso do Sul, com 74 pontos de interdição. Apesar da cidade ficar sem combustível, a greve ganha apoio popular nas redes sociais e nas ruas. A ameaça de Michel Temer (MDB), de usar o Exército para normalizar a situação, virou “fakenews” e não desmobilizou os grevistas. Ler mais

Com greve de caminhoneiros, Reinaldo tem a 2ª chance para cumprir promessa de campanha

Governador prometeu reduzir a alíquota do ICMS sobre o diesel, mas só a cumpriu por seis meses. Agora tem uma nova oportunidade de cumprir a promessa de campanha (Foto: Divulgação)

A greve dos caminhoneiros, que completa cinco dias nesta sexta-feira e coloca o País a beira de uma guerra civil, é a segunda oportunidade de o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) cumprir uma das principais promessas de campanha. Em 2014, para conquistar o Governo, ele prometeu reduzir a alíquota do ICMS sobre o óleo diesel de 17% para 12%. Ler mais

MS fecha 17,5 mil vagas em três anos e desemprego marca gestão de Reinaldo

Construção civil fechou 4,2 mil vagas no ano passado em Mato Grosso do Sul (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul fechou 4.874 vagas no mercado de trabalho em 2017. Pelo terceiro ano consecutivo, as demissões superaram as contratações, carimbando a marca do desemprego no governo de Reinaldo Azambuja (PSDB). A geração de empregos bateu recorde na gestão anterior, de André Puccinelli (PMDB), um dos principais adversários do tucano nas eleições deste ano. Ler mais

Marquinhos castiga servidores com “crise”, mas eleva em 50% salário de investigado pela PF

Léo Matos é funcionário em cargo assessor executivo e com salário superior ao pago ao secretário (Foto: Reprodução)

O estilo Marquinhos Trad (PSD) vai por a “crise” na conta dos 22 mil servidores públicos municipais, sem reajuste há três anos. No entanto, enquanto castiga os trabalhadores, ele contemplou com reajuste de 50% o ex-prefeito de Naviraí, Leandro Peres de Matos, o Léo Matos, que é investigado pela Polícia Federal por desviar remédios da rede pública de saúde. Ler mais

Adjuntos e assessores compõem “staff de privilegiados” e ganham mais que secretários

Andressa é adjunta na Saúde e ganha salário maior que o pago ao “primeiro escalão” (Foto: Reprodução)

O chefe do Procon não é o único a ter salário superior ao pago ao secretariado. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) criou um “staff de privilegiados”, que ganham mais do que R$ 11,6 mil, salário definido em lei para os secretários, mas ocupam cargos inferiores, como secretário adjunto, assessor especial e diretor. Ler mais

« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑