Tag: crime organizado (page 1 of 6)

Juíza põe tornozeleira em réu por movimentar R$ 25,7 milhões do crime organizado

Dinheiro apreendido durante a operação da PF em junho de 2020. Na época, líder de grupo não foi preso e ficou foragido por quase dois anos (Foto: Arquivo)

Alvo da Operação Hipócrates, deflagrada pela Polícia Federal em junho de 2020, o “empresário” Oldack Alexandre Carneiro ficou foragido por quase dois anos. Acusado de usar o envio de dinheiro para estudantes de Medicina na Bolívia para lavar dinheiro do crime organizado, ele ficou preso apenas um mês. Nesta quinta-feira (26), a juíza substituta da 3ª Vara Federal, Júlia Cavalcante Silva Barbosa, substituiu a prisão preventiva pelo monitoramento por meio de tornozeleira eletrônica.

Ler mais

Julgamento de deputado do PSDB e mais 14 por organização criminosa será no final de 2023

Deputado Jamilson alegou inépcia da denúncia e que jogo do bicho pode ser legalizado, mas juiz negou e manteve ação por organização cirminosa e lavagem de dinheiro (Foto: Arquivo)

O juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal de Campo Grande, marcou para o final de 2023 o julgamento do deputado estadual Jamilson Lopes Name (PSDB), do seu irmão, Jamil Name Filho, e de mais 13 pessoas pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e contravenção pela exploração do jogo do bicho. A audiência de instrução começará com o depoimento das testemunhas de acusação em 30 de outubro e terminará com o interrogatório dos réus no 13 de dezembro do próximo ano.

Ler mais

Juiz nega devolução de correntes e pulseira de ouro de filho de policial condenado por tráfico

Ação tentou pegar joias apreendidas pela PRE de São Paulo, que pertenceram a Jefferson Molina, mas pedido foi negado pela Justiça (Foto: Arquivo)

A 3ª Vara Federal de Campo Grande negou pedido de restituição de três correntes douradas e uma pulseira de Jefferson Henrique Piovezan Azevedo, filho do subtenente Silvio Cezar Molina Azevedo, condenado por ser chefe da Máfia da Fronteira. As joias foram apreendidas em 2016 em São Paulo, dois anos antes da deflagração da Operação Laços de Família.

Ler mais

TRF3 nega restituição de helicóptero avaliado em R$ 2,5 milhões a “fazendeiro sem carro”

Suposto dono alega ter fazendas e ser de idade avançada, mas MPF diz que tem 38 anos anos e não possui nenhum veículo no nome (Foto: Arquivo)

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou a devolução de um helicóptero avaliado em R$ 2,5 milhões para um suposto fazendeiro, que não tem nenhum veículo automotor em seu nome. A aeronave foi apreendida pela Polícia Civil após colidir com a fiação elétrica durante voo baixo e realizar pouso forçado no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Ler mais

Juiz reduz pena de “laranja” da máfia porque era menor quando movimentou R$ 3,3 mi

Magistrado acatou pedido do MPF e destaca, em despacho, utilização de empresas de informática na lavagem de dinheiro proveniente da corrupção (Foto: Arquivo)

A Justiça Federal reduziu a pena imposta ao jovem Kaique Mendonça Mendes, 26 anos, condenado por ter sido o “laranja” da Máfia da Fronteira. Ele foi beneficiado pelo atenuante previsto na legislação porque tinha menos de 21 anos de idade quando movimentou R$ 3,374 milhões para a organização criminosa chefiada pelo subtenente da Polícia Militar, Silvio Cezar Molina Azevedo, preso na Operação Laços de Família.

Ler mais

Preso com 889 kg de cocaína é punido pela 6ª vez por usar irmão para comprar carros de luxo

Em 2018, Nelson foi resgatado de dentro de um hospital em Dourados. Ele já fugiu duas vezes do presídio (Foto: Arquivo)

Preso com 889 quilos de cocaína, carga avaliada em R$ 22,2 milhões, Nelson de Oliveira Falcão, o Tio, foi condenado pela 6ª vez por usar o nome do irmão para comprar carros de luxo. Em sentença publicada nesta quinta-feira (13), o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, condenou-o por lavagem de dinheiro a 10 anos, 11 meses e seis dias de reclusão em regime fechado.

Ler mais

IMOL fará nova perícia para avaliar se Rei da Fronteira volta para a cadeia ou continua em casa

Juiz aguarda perícia para decidir se mantém empresário em casa ou determina o retorno à cadeia (Foto; Arquivo)

O IMOL (Instituto Médico Legal) vai realizar nova perícia para avaliar se o poderosíssimo empresário Fahd Jamil, acusado de chefiar um grupo de extermínio na fronteira, permanecerá em prisão domiciliar. A determinação é do juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal de Campo Grande. O Rei da Fronteira teve o direito de ficar detido em casa em maio deste ano e o benefício valia por 180 dias.

Ler mais

PF não tem estrutura para frear criminalidade na fronteira e PCC é terrorista, diz juiz Odilon

Juiz Odilon chegou a andar sob escolta da Polícia Federal por vários anos por causa das ameaças dos barões do tráfico (Foto: Arquivo)

A organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) atua como grupo terrorista para controlar o tráfico transnacional de drogas e armas na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Apesar da guerra ter transformado a região em carnificina diária, a Polícia Federal não dispõe de estrutura para enfrentar o crime organizado. A análise é do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, que ganhou notoriedade nacional ao condenar os barões do tráfico e até o poderosíssimo Fahd Jamil, o “rei da fronteira”.

Ler mais

Preso com cocaína de R$ 8 milhões em ônibus de turismo, motorista é condenado a 10 anos

Os 163 quilos de cocaína estavam escondidos em ônibus de turismo que levava 34 bolivianos de Corumbá para São Paulo (Foto: Arquivo)

O motorista Eduardo Jorge de Oliveira, preso com 163,5 quilos de cocaína em um ônibus de turismo, foi condenado a 10 anos de prisão em regime fechado por tráfico internacional de drogas. No dia 9 de maio deste ano, ele levava 34 bolivianos de Corumbá (MS) para compras em São Paulo, quando a Polícia Rodoviária Federal encontrou a droga avaliada em aproximadamente R$ 8 milhões.

Ler mais

Terra sem lei: pistoleiros matam líder do prefeito de Ponta Porã e filha de governador paraguaio

Vereador andava de bike quando foi alcançado por pistoleiro e morreu na entrada de concessionária de veículos (Foto: Divulgação)

Marcada pela impunidade de crimes bárbaros, a fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai foi abalada com duas execuções no final de semana. Na noite de sexta-feira, bandidos executaram a tiros o vereador Farid Afif, 37 anos, do Democratas e líder do prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo (PSDB). Na manhã deste sábado, a filha do governador paraguaio foi uma das quatro vítimas assassinadas brutalmente em Pedro Juan Caballero.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑