Tag: corrupção na justiça

Juiz vira réu pela 2ª vez por peculato e ex-presidente do TJ adia desfecho da 3ª denúncia

Casal virou réu em mais uma denúncia por peculato e corrupção (Foto: Arquivo)

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul aceitou, por unanimidade, a denúncia por peculato, corrupção e falsidade ideológica contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior, afastado da 5ª Vara da Família e Sucessões de Campo Grande. O magistrado se tornou réu pela 2ª vez. O desfecho da 3ª denúncia, que inclui oito advogados, foi adiado para agosto após o ex-presidente da corte, desembargador Divoncir Schreiner Maran, pedir vistas para analisar o processo.

Ler mais

Lós pede vista e adia julgamento de ações que podem condenar juiz a pagar R$ 78,3 milhões

Longe dos olhos da sociedade: Órgão Especial cortou o som durante julgamento sigilo de ações contra juiz acusado de vender sentenças (Foto: Reprodução O Jacaré)

O desembargador João Maria Lós pediu vista e atrasará em três meses o julgamento das três ações penais por corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica contra o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior, afastado da 5ª Vara da Família e Sucessões de Campo Grande. A sessão secreta do Órgão Especial, que pode condená-lo a pagar R$ 78,379 milhões, só será retomada no dia 5 de maio deste ano.

Ler mais

Investigado por cobrar propina, juiz já recebeu R$ 442,6 mil desde o afastamento e sem trabalhar

Aldo Ferreira da Silva Júnior continua com salário integral equivalente a 38 salários mínimos por mês (Foto: Arquivo)

Acusado de corrupção e afastado do cargo desde novembro do ano passado, o juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior continua recebendo salário normalmente de R$ 38,7 mil por mês. Nos últimos dez meses, ele acumulou R$ 442,6 mil em vencimentos, valor que trabalhador comum levaria 35 anos e três meses com apenas um salário mínimo por mês.

Ler mais

Protagonista da Lama Asfáltica, Monique descobriu desvios de assessor de juiz por 21 anos

Jedeão foi proibido de firmar contrato de trabalho por cinco anos com a administração pública federal (Foto: Arquivo/Midiamax)

A juíza substituta Monique Machioli Leite, que se tornou protagonista da Operação Lama Asfáltica, a maior ação contra a corrupção em Mato Grosso do Sul, também foi a responsável por descobrir os desvios praticados por Jedeão de Oliveira. Antes de ser desmascarado pela magistrada, ele foi diretor de secretaria da 3ª Vara Federal contra Lavagem de Dinheiro e funcionário de confiança do juiz federal Odilon de Oliveira por 21 anos. Ler mais

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑