Empresário pagou R$ 10 mil para ser solto em julho de 2015. Ele disse que guardou arma “esquecida” por amigo em sua residência (Foto: Campo Grande News/Arquivo)

João Alberto Krampe Amorim dos Santos foi condenado a um ano de prestação de serviços à comunidade por porte ilegal de arma de fogo. Publicada na quarta-feira (20), a sentença é do juiz da 1ª Vara Criminal de Campo Grande, Roberto Ferreira Filho, e é a primeira condenação do empresário, que viu a sua reputação de virar pó após ser indiciado na Operação Lama Asfáltica. Ler mais