Tag: correio do estado (page 1 of 2)

Principais jornais de MS ignoram indiciamento de Reinaldo, conselheiro e deputado pela PF

Governador tornou se o primeiro na história de MS a ser indiciado pela PF pro corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro (Foto: Arquivo)

Os principais jornais de Mato Grosso do Sul ignoraram o indiciamento do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e do seu filho, o advogado Rodrigo Souza e Silva, pela Polícia Federal na Operação Vostok. Conforme a investigação, os policiais encontraram provas de que a maior autoridade do Estado recebeu R$ 67,791 milhões em propinas da JBS em troca de incentivos fiscais.

Ler mais

Nelsinho pede à Justiça exclusão de matérias e censura de denúncia sobre venda de sentença

Nelsinho Trad vem ganhando espaço junto ao presidente Jair Bolsonaro, que o levou à Assembleia Geral da ONU (Foto: Arquivo)

O senador Nelsinho Trad (PSD) ingressou, nesta sexta-feira, com ação de remoção de ilícito, com pedido de indenização, contra o jornal Correio do Estado e o site Midiamax. Ele pede a exclusão de todas as reportagens sobre a denúncia de que ele e mais quatro teriam proposto pagar R$ 2,2 milhões para obter desbloqueio de bens e sentença favorável no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.]

Ler mais

“Arrependimento” tirou dono de jornal e chefe da Polícia Civil da lista de grupo de extermínio

Em postagem no Facebook, empresário diz que ficou sabendo do juramento de morte e alerta que assassinatos poderão ocorrer com soltura de empresários (Foto: Reprodução)

Acusados de ser chefe do grupo de extermínio, os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho teriam encomendado os assassinatos do dono do Correio do Estado, jornalista Antônio João Hugo Rodrigues, e do então delegado geral da Polícia Civil, Jorge Razanauska. No entanto, eles teriam se arrependido a tempo e até pediram o dinheiro de volta, conforme relatório do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros).

Ler mais

Rápido em condenar adversários, MDB suspeita de “poderoso” e vê armação contra André

André ficou indignado com prisão preventiva. Ele está detido com Giroto, Amorim e o filho no Centro de Triagem (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

Acostumados a condenar e até comemorar os adversários com base nas operações da Polícia Federal, o MDB e os aliados experimentam o “próprio veneno”. Abalados com a prisão do ex-governador André Puccinelli, pré-candidato a governador, a cúpula ignorou as provas de pagamento de propina e lavagem de dinheiro e decidiu partir para o ataque. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o partido suspeita de alguém “poderoso” – com poderes quase divinos – na orquestração para derrubar a principal liderança da sigla. Ler mais

Delcídio e pesquisa com governista na lanterna tiram o sono dos pré-candidatos a senador

De adversários na disputa do Governo em 2006, Delcídio e André vão estar no mesmo palanque em 2018. O que isso muda no cenário? (Foto: Arquivo)

Dois fatos desta semana prometem tirar o sono dos pré-candidatos a senador no início da campanha eleitoral em Mato Grosso do Sul. O primeiro é o retorno ao cenário político do ex-senador Delcídio do Amaral (PTC), que “ressuscitou” após ser absolvido pela Justiça e surgir com sangue nos olhos disposto a botar para quebrar. Ler mais

Odilon, Reinaldo e André podem disputar voto a voto a vaga no segundo turno

Reinaldo e André sobem e Odilon cai em pesquisa feita na Capital (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Duas pesquisas eleitorais, divulgadas a pouco menos de três meses das eleições, mostram disputa acirrada e emocionante na sucessão estadual de Mato Grosso do Sul. Além de revelar a tolerância do eleitor sul-mato-grossense com a corrupção, os levantamentos apontam para uma disputa voto a voto por uma vaga no segundo turno entre os três principais pré-candidatos a governador: o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ex-governador André Puccinelli (MDB). Ler mais

Odilon sobrevive a boatos em 1º, enquanto Reinaldo e André resistem a denúncias em 2º

Juiz aposentado segue líder nas pesquisas a pouco mais de cinco meses do primeiro turno (Foto: Divulgação)

Principal alvo de boatos e de ataque dos principais meios de comunicação, o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) segue na liderança e como favorito na disputa do Governo de Mato Grosso do Sul. Por outro lado, a intensa campanha, que carinhosamente ganha outras denominações, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ex-governador André Puccinelli (MDB) conseguiram “anular” as denúncias de corrupção e manter a disputa acirrada por uma vaga no segundo turno. Ler mais

União improvável de Bernal, subida de Odilon, PF e pesquisas antagônicas abrem jogo de 2018

Ex-governador tem atraído multidões nos encontros regionais do MDB (Foto: Divulgação)

O fim da janela partidária, em 7 de abril, marca o início do jogo eleitoral de 2018 e o cenário promete fogo no parquinho. Na eleição mais imprevisível de todos os tempos, o palanque do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pode unir a família Trad e o ex-prefeito Alcides Bernal (PP). Em um ano, o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT) passou do 7º para o 1º lugar. Aliás, as pesquisas já mostram o nível da guerra entre o tucano e o ex-governador André Puccinelli (MDB), que duelam pelo segundo lugar. Ler mais

André se torna réu junto com Amorim e Baird em mais uma ação da Lama Asfáltica

Ex-governador se tornou réu em ação por improbidade ao lado de Amorim, Baird e Cance (Foto: Arquivo)

O ex-governador André Puccinelli (MDB),pré-candidato a governador do Estado nas eleições deste ano, tornou-se réu em mais uma ação decorrente da Operação Lama Asfáltica. Ele vai responder por improbidade administrativa ao lado dos empresários João Amorim, dono da Proteco, e João Roberto Baird, o “Bill Gates Pantaneiro”, e do ex-secretário adjunto de Fazenda, André Luiz Cance. Ler mais

TRF concede aposentadoria, Odilon entra no jogo de 2018 e já sofre primeiros ataques

Odilon de Oliveira já admitiu, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que deverá disputar o Governo de MS (Foto: Correio do Estado/Bruno Henrique)

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região concedeu aposentadoria por tempo de contribuição ao juiz federal Odilon de Oliveira nesta quinta-feira. Mal pendurou a toga para entrar no jogo eleitoral de 2018, onde deverá disputar um cargo majoritário, o magistrado já é alvo de bombardeio e começa a ver os sinais de que na política não há escrúpulos. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑