Tag: conselheiro ronaldo chadid

Transferência de R$ 950 mil e “erro grosseiro” para beneficiar Solurb põe Chadid na mira da PF

Ronaldo Chadid concedeu liminar para suspender decreto de Bernal e ignorou investigação da PF e CGU contra a Solurb (Foto: Arquivo)

O conselheiro Ronaldo Chadid, do Tribunal de Contas do Estado, entrou na mira da Polícia Federal por causa de um “erro grosseiro”, que beneficiou a Solurb. O segundo motivo foi o repasse de R$ 950 mil para a chefe de gabinete, conforme despacho do ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça, que autorizou o cumprimento dos mandados de busca e apreensão contra o integrante da corte fiscal na Operação Mineração de Ouro.

Ler mais

Operação Mineração de Ouro apreende R$ 1,6 milhão em dois endereços ligados a conselheiros

Neste local, PF usou máquina de contar dinheiro: R$ 955,3 mil em dinheiro de vários países (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal contabilizou a apreensão de R$ 1,6 milhão em dois endereços ligados aos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira (8), a Operação Mineração de Ouro cumpriu 20 mandados de busca e apreensão autorizados pelo Superior Tribunal de Justiça. Três conselheiros são alvos da investigação dos crimes de corrupção, desvio de recursos públicos e fraudes em licitação.

Ler mais

Ministro do STJ quebra sigilos bancário e fiscal de 20 envolvidos em esquema do TCE

Operação da PF combate organização criminosa que seria integrada pro três conselheiros do TCE (Foto: Divulgação)

O ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça, determinou a quebra dos sigilos bancários e fiscal de 20 pessoas envolvidas no esquema de desvios de recursos públicos investigados na Operação Mineração de Ouro. Entre os investigados, estão três conselheiros do Tribunal de Contas do Estado: Ronaldo Chadid, Waldir Neves e Osmar Domingues Jeronymo.

Ler mais

Três conselheiros do TCE são investigados em fraude em obras e contrato do lixo na Capital

A Operação Mineração de Ouro, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira (8), mira três conselheiros do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul: Waldir Neves, Osmar Domingues Jeronymo e Ronaldo Chadid. Com autorização do Superior Tribunal de Justiça, são investigados os crimes de fraudes em licitação, superfaturamento de obras públicas e a concessão da coleta do lixo de Campo Grande.

Ler mais

Após 10 anos e escândalos, TCE vê como “regular” e aprova licitação do Aquário do Pantanal

Após uma década, TCE vai fazer inspeção para apurar prejuízos da polêmica e escandalosa obra do Aquário (Foto: Arquivo)

Passados 10 anos desde o início da construção e após uma sucessão de escândalos, o Tribunal de Contas do Estado concluiu que não houve irregularidade e aprovou a licitação do Aquário do Pantanal. Com a obra emperrada, por falta de interessados na conclusão dos serviços de suporte à vida, a corte vai fazer levantamento dos prejuízos no empreendimento e determinou que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) a conclua sob pena de responsabilidade.

Ler mais

TCE não vê crimes revelados pela PF, absolve Nelsinho e Mandetta e pune Bernal pelo Gisa

Relator do Gisa no TCE, conselheiro Ronaldo Chadid multou Bernal pelo fracasso do programa, contrariando a PF e CGU (Foto: Arquivo)

O Tribunal de Contas do Estado não viu os crimes revelados pela Polícia Federal e pela CGU (Controladoria-Geral da União) na implantação do Gisa (Gerenciamento de Informações em Saúde) em Campo Grande. Além de absolver o ex-secretário municipal de Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), e o ex-prefeito Nelsinho Trad (PSD), a corte puniu o autor da denúncia, Alcides Bernal (Progressistas), com multa de R$ 54 mil.

Ler mais

Réu na Omertà, Jerson Domingos é eleito vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado

Jerson Domingos foi eleito, por unanimidade, vice-presidente do TCE (Foto: Reprodução)

Réu por integrar organização criminosa na Operação Omertà, o conselheiro Jerson Domingos foi eleito, na manhã desta segunda-feira (19), vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado. Ele também chegou a ser indiciado pela morte do delegado Paulo Magalhães, mas o Ministério Público Estadual não aceitou a conclusão da polícia e pediu novas diligências.

Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑