Antônio João, como presidente do PSD, apoio Giroto, o candidato de André e Nelsinho em 2012. Eles perderam, mas disputa ainda segue nos tribunais

Após ganhar na Justiça o direito à indenização de R$ 416 mil a serem corrigidos por calúnia, injúria e difamação, a juíza Elizabeth Rosa Baisch, pediu a penhora de R$ 920 mil do Correio do Estado, principal jornal de Mato Grosso do Sul.

É mais um resquício da guerra eleitoral travada em 2012, quando Alcides Bernal (PP), com chapa pura e sozinho, derrotou Edson Giroto, apoiado pela constelação de partidos, pelo prefeito da época, Nelsinho Trad (PTB) e pelo governador André Puccinelli (PMDB). Ler mais