Tag: ary rigo (page 1 of 2)

Líder do Governo vira réu pelo desvio de R$ 7,4 mi no Detran; juiz rejeita denúncia contra Rigo

Gerson Claro, líder de Reinaldo na Assembleia, virou réu por improbidade administrativa no Detran (Foto: Divulgação)

Líder do Governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Gerson Claro (Progressistas) virou réu por improbidade administrativa pelo suposto desvio de R$ 7,460 milhões no Departamento Estadual de Trânsito. Em despacho publicado nesta quinta-feira (12), a Justiça rejeitou a denúncia contra o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Ary Rigo.

Ler mais

Juíza mantém ação, mas adia julgamento de desvio no Detran para depois da decisão do STF

Juíza desmembrou ação penal contra deputado estadual, mas como ação corre em sigilo não é possível “adivinhar” como foi feita a divisão (Foto: Arquivo)

A juíza Eucélia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, negou pedido para trancar a ação penal contra o deputado estadual Gerson Claro (PP), políticos e empresários pelo megaesquema de corrupção no Detran. No entanto, a magistrada adiou o julgamento para dezembro, após a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a suspensão de inquéritos e denúncias feitas a partir de compartilhamento de dados do Coaf (Conselho de Atividades Financeiras).

Ler mais

MPE não se limitou ao Coaf para comprovar desvio milionário no Detran, avalia juíza

Gerson Claro se elegeu deputado estadual, mas continua obrigado a cumprir as medidas cautelares (Foto: Arquivo)

A juíza Eucelia Moreira Cassal, da 3ª Vara Criminal de Campo Grande, negou pedido para anular a ação penal da Operação Antivírus, porque a investigação se basou no compartilhamento de dados do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Ela ressaltou que o Ministério Público Estadual reuniu mais provas para comprar o esquema de corrupção e desvio milionário no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Ler mais

Assembleia paga R$ 10,5 mil para funcionário cuidar de filho de ex-presidente, denuncia MPE

Mais um caso de funcionário fantasma no legislativo estadual chega à Justiça. Conforme denúncia do Ministério Público Estadual, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul paga R$ 10,5 mil para um técnico legislativo cuidar do filho do ex-presidente da Casa, o ex-deputado estadual Ary Rigo (PSDB).

Ler mais

Juiz manda advogados provarem mensalão a André, deputados e ex-chefe do MPE

Ação popular tenta evitar que denúncias feitas por Ary Rgo caiam no esquecimento após oito anos (Foto: Arquivo)

Quinze advogados deverão provar à Justiça que existiu o pagamento de R$ 300 mil a R$ 6 milhões por mês a políticos, desembargadores e a procurador de Justiça, conhecido como “Mensalão Pantaneiro”. O escândalo explodiu há oito anos na Operação Uragano, da Polícia Federal, e a apuração esbarra na resistência da Assembleia Legislativa em abrir os dados bancários. Ler mais

Reinaldo pode repetir André e se reeleger no 1º turno apesar de escândalo, diz Ipems

Reinaldo pode repetir antecessor e obter a reeleição no primeiro turno apesar de ser citado em mega escândalo de corrupção (Foto: Arquivo)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ganhou mais apoio da população e pode vencer no primeiro turno, apesar da Operação Vostok, que o acusa de receber R$ 67,7 milhões em propinas e causar prejuízo de R$ 209,7 milhões aos cofres estaduais. Conforme pesquisa do Ipems, ele pode repetir o antecessor, André Puccinelli (MDB), que conseguiu se reeleger em turno único após as denúncias feitas na Operação Uragano. Ler mais

Juiz condena oito a 131 anos de cadeia e multa em R$ 5,5 mi por pagar propina a políticos

Esquema de corrupção desvio de todas as áreas na prefeitura de Dourados: pagamento de propina e 10% em contratos (Foto: Arquivo)

Oito anos após um dos maiores escândalos de corrupção na história política sul-mato-grossense, chamada de Operação Uragano, deflagrada pela Polícia Federal, a Justiça condenou oito empresários e administradores que pagaram propinas para políticos de Dourados. Eles foram condenados a 131 anos de prisão e ao pagamento de R$ 5,541 milhões em multa. Ler mais

Candidato a deputado e Rigo tem R$ 7,4 milhões bloqueados por corrupção no Detran

Em agosto do ano passado, Gerson Claro foi preso em operação do Gaeco contra corrupção no Detran (Foto: Arquivo)

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 7,416 milhões do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Ary Rigo, e do candidato a deputado estadual, advogado Gerson Claro Dino (PP), em decorrência da suspeita do megaesquema de corrupção no Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Eles já são réus por peculato, corrupção passiva e ativa, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, dispensa de licitação e organização criminosa. Ler mais

Reviravolta ressuscita escândalo de 2010 e Justiça retoma ação contra “Mensalão Pantaneiro”

Em gravação feita pelo jornalista Eleandro Passaia, Rigo fez revelações que poderiam implodir a política regional, mas não fez nem cócegas (Foto: Arquivo)

Na onda para por fim ao forno que assa as “pizzas” dos escândalos em Mato Grosso do Sul, a Justiça retomou o julgamento da ação popular contra o “Mensalão Pantaneiro”, denunciado há oito anos. O caso ganho fôlego até no STJ (Superior Tribunal de Justiça), que reviu o arquivamento do pedido de um grupo de advogados e vai para julgar o recurso para quebrar o sigilo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Ler mais

 Diretor do TCE e ex-presidentes da Assembleia e Detran viram réus por corrupção e peculato              

Influente na política regional desde antes da criação de MS, Rigo é o primeiro ex-presidente da Assembleia a se tornar réu por corrupção (Foto: Arquivo)

A Justiça aceitou a denúncia por corrupção e lavagem de dinheiro contra 18 pessoas investigadas na Operação Antivírus, realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). Entre os réus estão o ex-vice-governador e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Ary Rigo, o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito, Gerson Claro, o ex-vereador Roberto Durães (PSL), o presidente da Digix, Jonas Schimidt das Neves, e o diretor do Tribunal de Contas do Estado, Parajara Moraes Alves Júnior. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑