Tag: andré luiz cance (page 1 of 2)

André Cance é inocentado da denúncia de driblar bloqueio e vender fazenda de R$ 2,7 milhões

Ex-secretário-adjunto de Fazenda, André Cance, teve uma vitória importante ao ser absolvido da falsificação de recibo para vender fazenda após bloqueio na Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, inocentou o ex-secretário-adjunto estadual de Fazenda, André Luiz Cance, da denúncia de que falsificou documentos para vender fazenda de R$ 2,7 milhões para driblar bloqueio na Operação Lama Asfáltica. Ele acabou absolvido apesar do negócio ter sido feito em dinheiro vivo e mediante desconto de R$ 912 mil.

Ler mais

TRF3 decide dia 5 se tira da PF inquérito que investiga filho de Reinaldo por desvios no Detran

Desembargador Paulo Fontes, relator da Operação Motor de Lama, vai apresentar relatório na 5ª Turma no dia 5 de abril (Foto: Arquivo)

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região decide após a Páscoa, na sessão do dia 5 de abril deste ano, se tira da Polícia Federal o inquérito que investiga desvios milionários e pagamento de propina no Detran (Departamento Estadual de Trânsito). A apelação criminal, feita pelo advogado Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), suspendeu a investigação na Operação Motor de Lama, denominação da 7ª fase da Lama Asfáltica, desde 14 de dezembro do ano passado.

Ler mais

TJ livra André, Baird, Lorenzetto e Cance de pagar R$ 25 milhões por contratos com a Mil Tec

André, Lorenzetto e Baird se livram de ação de improbidade pelos contratos de informática no TJMS (Foto: Arquivo)

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul acatou recursos da defesa e rejeitou a ação por improbidade administrativa em decorrência de indícios de superfaturamento, direcionamento e outras irregularidades no contrato com a Mil Tec Tecnologia, sucessora da Itel Informática. Com a decisão, os desembargadores livraram o ex-governador André Puccinelli (MDB), o poderosíssimo empresário João Roberto Baird, o Bill Gates Panteiro, o ex-secretário estadual de Fazenda, Mário Sérgio Lorenzetto, e o adjunto do fisco, André Luiz Cance.

Ler mais

Réu na Lama Asfáltica, empresário repassou R$ 1,8 milhão em três meses a Polaco

Operação Motor de Lama: filho de governador substituiu ex-secretário-adjunto do fisco no esquema de corrupção no Detran (Foto: Midiamax)

O empresário Antônio Celso Cortez, dono de empresas de informática com contratos milionários com o Governo do Estado e réu na Operação Lama Asfáltica, repassou R$ 1,830 milhão em três meses ao corretor de gado José Ricardo Guitti Guímaro, o Polaco. Essa é uma das revelações da Operação Motor de Lama, denominação da 7ª fase da Lama Asfáltica, deflagrada ontem (24), e que apura o desvio e lavagem de dinheiro no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Ler mais

STJ livra André, Giroto e Cance de ação de improbidade por uso de aeronave cheia de charme

Aeronave chamada pelos políticos de “Cheia de Charme” levou MPE a denunciar cinco, mas STJ rejeitou ação por improbidade (Foto: Arquivo)

O Superior Tribunal de Justiça negou recurso especial do Ministério Público Estadual e manteve o arquivamento da ação de improbidade administrativa contra o ex-governador André Puccinelli (MDB) pelo uso do jatinho dos empresários João Amorim e João Roberto Baird. Além do emedebista e dos empresários, a decisão livra o ex-deputado federal Edson Giroto e o ex-secretário estadual adjunto de Fazenda, André Luiz Cance.

Ler mais

Justiça libera dois imóveis sequestrados na Computadores de Lama para ex-cunhada de Cance

Última operação realizada pela PF na Operação Lama Asfáltica foi a Computadores de Lama, em novembro de 2018 (Foto: Arquivo)

A Justiça Federal suspendeu o sequestro de dois imóveis, determinado na Operação Computadores de Lama em novembro de 2018, do ex-secretário estadual adjunto de Fazenda, André Luiz Cance. Conforme sentença publicada nesta segunda-feira (27), as casas pertencem a ex-cunhada dele, Maria Margareth Ayr Fernandes, e não tem nenhuma ligação com os desvios investigados na Operação Lama Asfáltica.

Ler mais

Juiz marca julgamento de delator e mantém investigação da PF contra megaempresário

Bruno Cezar da Cunha Teixeira negou pedido de suspensão de inquérito e ação penal e marca julgamentos na Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

O primeiro delator na Operação Lama Asfáltica, Ivanildo da Cunha Miranda, vai a julgamento por evasão de divisas em 7 de fevereiro de 2020. O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande, negou pedido para suspender o inquérito com base na decisão do Supremo Tribunal Federal e manteve a investigação da Polícia Federal contra o megaempresário Rodolfo Pinheiro Holsback e as empresas H2L Equipamentos e HBR Medical Equipamentos Hospitalares.

Ler mais

Ex-secretário adjunto de Fazenda vai a julgamento por falsificar recibo para burlar sequestro

Sucessor de Ivanildo Miranda como operador de André, Cance vai ao primeiro julgamento na Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

O ex-secretário estadual adjunto de Fazenda, André Luiz Cance, vai enfrentar o primeiro julgamento na Operação Lama Asfáltica por falsificar recibos para burlar a indisponibilidade dos bens. Apontado como operador do ex-governador André Puccinelli (MDB), ele e os produtores rurais podem ser condenados a devolver até R$ 4,9 milhões aos cofres públicos.

Ler mais

Empresa pagou propina de 1% para ter contrato milionário com Detran, conclui CGU

CGU diz que empresa pagou propina para ex-secretário adjunto de Fazenda em troca de contrato milionário com o Detran que lhe rendeu R$ 250 milhões em seis anos (Foto: Arquivo)

A ICE Cartões Especiais pagou propina de 1% em troca do contrato milionário com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito). O dinheiro foi repassado ao ex-secretário estadual adjunto de Fazenda, André Luiz Cance, acusado de ser operador do esquema criminoso do ex-governador André Puccinelli (MDB), segundo conclusão de técnicos da CGU (Controladoria Geral da União). Ler mais

Desembargador muda estratégia e decide em sigilo soltar presos na Computadores de Lama

Cance, acusado de ser operador do ex-governador André Puccinelli, deixou a prisão pela segunda vez nesta semana (Foto: Arquivo)

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região mudou a estratégia e passou a julgar longe dos holofotes os habeas corpus dos presos na Operação Lama Asfáltica. Nesta semana, protegidos pelo manto do sigilo judicial, o ex-secretário adjunto de Fazenda, André Luiz Cance, e o milionário Antônio Celso Cortez, dono da PSG Tecnologia Aplicada, foram soltos pelo desembargador Paulo Fontes, que revogou as prisões preventivas decretadas na Operação Computadores de Lama. Ler mais

« Older posts

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑