Tag: aeronave cheia de charme

Ministra e vice-governador vão depor no 1º julgamento de André na Lama Asfáltica

Tereza Cristina, uma das mais prestigiadas ministras de Bolsonaro, deve prestar depoimento como testemunha de defesa de André no dia 16 de junho (Foto: Arquivo)

O primeiro julgamento do ex-governador André Puccinelli (MDB) por corrupção na Operação Lama Asfáltica deve começar no dia 10 de junho deste ano. O emedebista contará com testemunhas de defesa de peso, como a ministra da Agricultura e Pecuária, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o vice-governador Murilo Zauith (DEM), o senador Nelsinho Trad (PSD) e o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (MDB).

Ler mais

Lama Asfáltica: juiz divide denúncia e André vira réu em quatro ações pelo desvio de R$ 142,5 milhões

Puccinelli, que “ganhou” quatro processos em uma canetada na Justiça Federal, e o pré-candidato a prefeito da Capital, Márcio Fernandes (Foto: Arquivo)

O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 3ª Vara Federal, desmembrou a denúncia de desvio de R$ 142,507 milhões e, em apenas uma tacada, tornou o ex-governador André Puccinelli (MDB), réu em quatro ações. A maior estrela emedebista, ao lado do ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, e do poderosíssimo empresário João Amorim, vai responder por organização criminosa (1ª), pelos desvios nas obras da Avenida Lúdio Martins Coelho (2ª), superfaturamento da MS-430 e falsificação no contrato com o BNDES (3ª) e uso de aeronave da Proteco (4ª).

Ler mais

STJ livra André, Giroto e Cance de ação de improbidade por uso de aeronave cheia de charme

Aeronave chamada pelos políticos de “Cheia de Charme” levou MPE a denunciar cinco, mas STJ rejeitou ação por improbidade (Foto: Arquivo)

O Superior Tribunal de Justiça negou recurso especial do Ministério Público Estadual e manteve o arquivamento da ação de improbidade administrativa contra o ex-governador André Puccinelli (MDB) pelo uso do jatinho dos empresários João Amorim e João Roberto Baird. Além do emedebista e dos empresários, a decisão livra o ex-deputado federal Edson Giroto e o ex-secretário estadual adjunto de Fazenda, André Luiz Cance.

Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑