Tag: 2ª câmara cível do tjms (page 1 of 2)

Desvio das vendas no cartão mantém falência e Bigolin não reabre no Natal

Lojas continuam fechadas e produtos devem ir à leilão no primeiro semestre de 2022 (Foto: Arquivo)

A criação de empresa em nome dos sócios para desviar o dinheiro das vendas a cartão levou o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul a manter a falência do grupo Bigolin, um dos maiores conglomerados de lojas de materiais de construção e símbolo dos negócios no Estado. Com a decisão, aprovada no dia 14 deste mês, as lojas não puderem reabrir a tempo do Natal e aproveitar o boom gerado pelo pagamento do 13º salário.

Ler mais

TJ anula liminar e manda pagar aposentadoria de R$ 25,3 mil a assessor de Paulo Corrêa

Rodrigo Machado, ao lado de Paulo Corrêa e do governador de MS, vai voltar a receber 24 salários mínimos de aposentadoria e foi efetivado sem realizar concurso público (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu liminar e determinou a retomada do pagamento da aposentadoria de R$ 25,3 mil a Rodrigo Otávio Costa Machado, assessor do presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB). Ele teve o benefício suspendo em primeira instância porque foi efetivado sem concurso público e recontratado dez dias após aderir ao PAI (Programa de Aposentadoria Incentivada).

Ler mais

TJ suspende bloqueio de R$ 94 mi de condenados por fraude e desvio na licitação do lixo

Solurb conseguiu suspender bloqueio mesmo depois de condenada em ação de improbidade que aponta corrupção, direcionamento em licitação e pagamento de propina na licitação da coleta do lixo (Foto: Arquivo)

Por 2 a 1, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu o bloqueio de R$ 94,092 milhões dos condenados em ação de improbidade por corrupção, fraude em licitação e pagamento de propina na licitação da coleta do lixo de Campo Grande. O pedido foi feito pela Solurb, beneficiada pelo contrato bilionário e beneficiada pelo suposto esquema criminoso.

Ler mais

TJ mantém valor de dívida cujo calote levou a penhora da fazenda da mãe de Delcídio

Ex-senador já recorreu contra decisão de turma que lhe negou direito de questionar valor de dívida (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou recurso de Delcídio do Amaral (PTB) e manteve o valor da dívida com um casal de pecuaristas. O calote de R$ 2,542 milhões levou a penhora da fazenda de 2.336 hectares, que pertence a mãe do ex-senador, Rosely do Amaral Gomes.

Ler mais

TJ mantém bloqueio de R$ 16,9 milhões de juiz e esposa por fraude em precatório milionário

Aldo Ferreira só conseguiu sensibilizar o desembargador Marco André Nogueira Hanson (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul manteve, pelo placar de 2 a 1, o bloqueio de R$ 16,945 milhões do juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior e da esposa, a advogada Emmanuelle Alves Ferreira da Silva. O casal é réu por improbidade administrativa pela fraude no pagamento de precatório, que causou prejuízo de R$ 1,319 milhão aos cofres estaduais em 2011. O acórdão foi publicada nesta segunda-feira (7) no Diário Oficial da Justiça.

Ler mais

Tapa-buracos: TJ manda bloquear R$ 809 mi de ex-secretário e R$ 255 mi de empresários

Tribuanl de Justiça suspendeu bloqueio de Nelsinho, mas mandou retomar de Semy e empresários (Foto: Arquivo)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul determinou o bloqueio de R$ 809,6 milhões do ex-secretário municipal de Infraestrutura, Semy Ferraz, e de R$ 255 milhões de uma empresa e seus sócios por suposta fraude e desvio na operação tapa-buracos. Alvo de 11 ações pelos desvios, o senador Nelsinho Trad (PSD) chegou a ser alvo de pedido de sequestro de R$ 1,043 bilhão nesta ação.

Ler mais

Na contramão de turma, promotor pede manutenção de bloqueio de R$ 13,2 mi de Nelsinho

Apesar de Tribunal de Justiça ter desbloqueado o bem de todo mundo, MPE insiste em manter o bloqueio de R$ 13,2 milhões de senador (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

Na contramão da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que liberou os bens dos sócios da Solurb e da ex-deputada Antonieta Amorim (MDB), o Ministério Público Estadual defendeu a manutenção do bloqueio de R$ 13,292 milhões do senador Nelsinho Trad (PSD). Ele é o único que ainda continua com os bens e contas bancárias bloqueadas na ação por improbidade administrativa que tenta anular o contrato da prefeitura com a concessionária do lixo.

Ler mais

Risco de dano irreversível levou turma do TJ a suspender novo prédio da Fazenda no Parque

Preservação do Parque dos Poderes: o que a construção de prédios contribui com a qualidade de vida de Campo Grande? (Foto: Arquivo)

O risco de dano irreversível levou a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul a suspender o desmatamento de 3,319 hectares para a construção do novo prédio da Secretária Estadual de Fazenda. Conforme acórdão publicado na sexta-feira (28), o empreendimento fica suspenso, pelo menos, até o julgamento do mérito da ação do Ministério Público Estadual, que pede a preservação dos 494 hectares de área do Complexo dos Poderes.

Ler mais

TJ impõe derrota ao Governo e suspende desmatamento para construir prédio da Sefaz

Uma das mais belas e maiores áreas verdes da Capital ganha sobrevida ao ataque dos devastadores do meio ambiente (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu, pelo placar de 2 a 1, o desmatamento de 3,31 hectares no Parque dos Poderes para a construção do novo prédio da Secretaria Estadual de Fazenda. Com a decisão, tomada na manhã de hoje (18), os desembargadores impõem derrota ao Governo do Estado e à turma que defendia a devastação da maior área de preservação ambiental de Campo Grande.

Ler mais

TJ suspende bloqueio de R$ 13,2 milhões de João Amorim, acusado ser sócio oculto da Solurb

Preso na Operação Lama Asfáltica, João Amorim conseguiu desbloqueio em ação de improbidade na coleta do lixo (Foto: Arquivo)

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul suspendeu o bloqueio de R$ 13,292 milhões do empresário João Amorim, acusado de ser o sócio oculto da Solurb. O próximo a ser contemplado com a revogação da indisponibilidade será o senador Nelsinho Trad (PSD), denunciado por receber R$ 50 milhões em propinas para beneficiar a concessionária do lixo em 2012.

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑