Categoria: JORNALISMO INVESTIGATIVO (page 2 of 4)

Contratada a “peso de ouro”, empresa atrasa entrega e Marquinhos deixa alunos sem uniforme

Foi só um teatro: em 27 de março, Marquinhos e os vereadores William Maksoud, Carlão e Valdir Gomes fizeram propaganda da entrega dos uniformes, que corre o risco de ser concluída só após as férias de julho (Foto: Arquivo/PMCG)

Contratada a “peso de ouro” e sem licitação, a Reverson Ferraz da Silva – ME, da pequena cidade de Cerquilho, no interior de São Paulo, não conseguiu atender a demanda e atrasou a entrega dos uniformes para os estudantes do ensino fundamental e da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Apesar do teatro realizado há três meses, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) não cumpriu a promessa e os alunos devem concluir o primeiro semestre sem o vestuário distribuído gratuitamente pelo município. Ler mais

Secretária ignora denúncia e MPE investiga meritocracia tucana baseada no nepotismo

Maria Cecília ignora denúncia e mantém práticas que deveriam ser sepultadas em nome da meritocracia e de programas para garantir qualidade no ensino (Foto: Divulgação/Arquivo)

A Secretaria Estadual de Educação ignorou a denúncia de nepotismo, feita pelo O Jacaré em 5 de maio deste ano. No entanto, o MPE (Ministério Público Estadual) decidiu investigar, em sigilo, o “cabide de empregos” montado para acomodar filhas, esposas, cunhados e irmãos na pasta. Ler mais

JBS usou doleiro de Eduardo Cunha para pagar propina de R$ 1 milhão a Puccinelli

Eduardo Cunha, preso em Curitiba, ao lado do ex-prefeito Gilmar Olarte, condenado por corrupção, do secretário de Fazenda, Márcio Monteiro, e André, os dois últimos são citados na delação da JBS

O doleiro Lúcio Funaro, preso acusado de integrar o esquema do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), pagou R$ 1 milhão em propina ao ex-governador André Puccinelli (PMDB). A revelação consta da delação premiada do ex-presidente da JBS, Joesley Batista, e da planilha entregue ao Supremo Tribunal Federal. Ler mais

Governo paga R$ 13,8 mil para professora ser secretária do “marido”, mas nega reajuste aos docentes em sala

Trabalhadores em educação protestam por reajuste. Estilo tucano dá valor para quem está fora da sala da aula e “penaliza” quem enfrenta a jornada diária de dar aulas (Foto: Divulgação)

O caso do “cabide de empregos” de parentes na Secretaria Estadual parece ser mais surreal que enredo de filme. Enquanto nega o reajuste de 7,64% no piso dos professores, apesar de estar previsto em lei e ser compromisso da campanha eleitoral em 2014, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) permite o pagamento de R$ 13,8 mil em salários a uma docente que cumpre expediente como secretária do “marido”. Ler mais

Giroto aponta falhas e “perseguição política” do MPE para anular Lama Asfáltica

Ex-deputado inicia ofensiva para desqualificar e ser inocentado na Lama Asfáltica (Foto: O Estado MS/Arquivo)

Começou a operação de guerra para anular a maior operação de combate à corrupção na história de Mato Grosso do Sul. O ex-deputado federal e ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, deu o primeiro passo para tentar desqualificar e anular a Operação Lama Asfáltica com ação no Tribunal de Justiça. Ler mais

“Xerife” do MPE investiga secretário por acúmulo de empregos e “cargo fantasma” no HR

Marcos Alex, que ganhou fama de não se intimidar com as “autoridades”, vai apurar a mágica feita por secretário para estar em vários lugares ao mesmo tempo (Foto: O Estado MS)

A farra com o dinheiro público na saúde pública pode acabar em breve. O promotor Marcos Alex Vera, que ganhou fama como “xerife” do MPE (Ministério Público Estadual), está investigando o secretário municipal de Saúde, Marcelo Luiz Brandão Vilela, que acumula dois empregos e ainda foi recebeu R$ 22,6 mil por manter “cargo fantasma” no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian. Ler mais

Secretário de Fazenda falsificou nota para justificar propina de R$ 333 mil, revela JBS

Responsável pela cobrança de impostos e correta emissão de NF, Márcio Monteiro é citado em delação pro emitir nota fria para justificar propina, segundo JBS (Foto: Arquivo/G1)

A bombástica delação da JBS, feita pelos irmãos e diretores da companhia, a maior produtora mundial de carnes, revela que o secretário estadual de Fazenda, Márcio Monteiro, foi um dos produtores rurais que falsificou nota fiscal para justificar o pagamento de propinas ao governador Reinaldo Azambuja. Ler mais

Protagonista da Lama Asfáltica, Monique descobriu desvios de assessor de juiz por 21 anos

Jedeão foi proibido de firmar contrato de trabalho por cinco anos com a administração pública federal (Foto: Arquivo/Midiamax)

A juíza substituta Monique Machioli Leite, que se tornou protagonista da Operação Lama Asfáltica, a maior ação contra a corrupção em Mato Grosso do Sul, também foi a responsável por descobrir os desvios praticados por Jedeão de Oliveira. Antes de ser desmascarado pela magistrada, ele foi diretor de secretaria da 3ª Vara Federal contra Lavagem de Dinheiro e funcionário de confiança do juiz federal Odilon de Oliveira por 21 anos. Ler mais

Mônica diz que Delcídio pagou R$ 400 mil “por fora” por um mês de campanha de Zeca

Delcídio foi para o PT a convite de Zeca em 2001. Eleito com o apoio do petista em 2002, ele foi o principal cabo eleitoral na campanha do segundo turno, quando Zeca foi reeleito

A empresária Mônica Moura afirma, em delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal, que o ex-senador Delcídio do Amaral, pagou R$ 400 mil “por fora” por um mês de campanha vitoriosa de Zeca do PT em 2002. Hoje deputado federal, o petista diz que nem ficou sabendo que o então senador tinha investido dinheiro no segundo turno. Ler mais

Alvo da PF, grupo amplia em 531% contrato com Governo e constrói prédio mais alto da Capital

Piscina de borda infinita é uma das atrações no 20º andar do edifício, que deve ser o mais alto da Capital (Foto: Divulgação)

Alvo da Operação Máquinas de Lama, denominação da 4ª fase da Lama Asfáltica, o Grupo Holsback manteve contratos e até ampliou em 531% o valor de um na gestão do tucano Reinaldo Azambuja. Uma das empresas do conglomerado iniciou a construção do polêmico prédio no Jardim dos Estados, que promete ser o mais alto da Capital. Ler mais

« Older posts Newer posts »

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑