Reprodução da capa, com base na fotografia de Marcelo Calazans

 

No Estado em que a Justiça registrou que a corrupção pode atingir dimensões comparáveis à extensão do Pantanal, ” O Voo do Tuiuiú”, livro de estreia do jornalista Edivaldo Bitencourt na ficção, leva o leitor a um mundo de doces poderes. Nos 84 capítulos, perpassam traições, crimes, delações e a fome por cada centavo de dinheiro público que possa ser desviado. Ler mais