Simone conversa com o senador Jorge Kajuru: reação da esquerda e direita sobre afirmar que não esperava que Bolsonaro fosse o pior presidente do Brasil (Foto: Arquivo/Senado)

A presidenciável Simone Tebet (MDB) conseguiu desagradar a “gregos e troianos” ao afirmar que nunca imaginava de Jair Bolsonaro (PL) se tornaria o pior presidente da história do Brasil. Os bolsonaristas ficaram furiosos pela emedebista ter detonada o presidente. Já a esquerda a considerou ingênua ou burra por não ter considerado os “antecedentes” de Bolsonaro.

Oscilando entre um traço e um 1% nas pesquisas, a senadora deu, literalmente, um tiro no pé na largada como pré-candidata a presidente da República. Houve até quem considerasse que o prestígio conquistado com a CPI da Covid do Senado virou pó com a entrevista ao jornal português Diário da Notícia, publicada no domingo.

Veja mais:

Simone afirma que Bolsonaro entra para a história como “pior presidente do Brasil”

Ex-juiz Sergio Moro cogita Simone Tebet como candidata a vice-presidente, diz revista

Sem cargo oficial, Simone Tebet brilha na CPI da Covid e ganha destaque na mídia nacional

Esta é a análise do jornalista Palmério Doria, autor de vários livros e um dos principais jornalistas brasileiros. “A simples menção ao nome de Bolsonaro pode causar danos irreparáveis a presidenciáveis aspirantes à terceira via. Tai o caso da senadora Simone Tebet, que botou a perder o crédito conquistado na CPI do Genocídio com uma frase infeliz sobre o nojento-mor da República”, tuitou.

A reação bolsonarista foi fulminante. “Simone Tebet, a senhora perde até para a margem de erro”, postou Ivan Lopes. “Desceu o nível; ainda bem que ela se afastará do Senado, para ser derrotada nas urnas”, comentou Márcio José Silva Queiroz. “Essa pessoa faz parte da banda podre da política brasileira onde é regada de corrupção”, acusou Idelbrando Coelho de Souza.

“Nunca ouvi ela criticar políticos da estirpe de Renan, Aziz e outros daqui do nosso MS, nem a insegurança jurídica cotidianamente causada pelo Supremo, ou seja, essa fala tem unicamente conotação política de oposição sem lastro republicano algum!”, questionou Elimar Brum.

“Pior pra ela, mas pra maioria do brasileiro é o melhor”, reagiu Cláudia Gauto. “Não ganha nem para presidente de bairro kkk. Com todo respeito aos presidentes de bairro”, postou Victor Jackeline Nunes.

Outros se mostraram arrependidos de terem votado na emedebista. “Votei na senadora, que arrependimento, desta vez não vou errar, vergonha do nosso Mato Grosso do Sul”, afirmou Jeannetthe Canazilles.

Nem os que criticam Bolsonaro saíram em socorro de Simone. A cantora Zélia Duncam recorreu ao Twitter para criticar a emedebista. “E a senadora Simone Tebet, queimando na largada? Tem dó…”, postou a artista.

A jornalista Hildegard Angel, do Rio de Janeiro, classificou a presidenciável como míope politicamente. “Incrível a miopia política de Simone Tebet. Corram dela! Ela disse: ‘ninguém pensava que Bolsonaro poderia namorar com o autoritarismo, ameaçar as instituições democráticas, pregar o ódio contra as minorias e fazer gestão tão ruim’. Ninguém quem, Pedro Bó?”, tuitou a carioca.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), também ironizou a declaração da parlamentar. Candidato a presidente da República em 2018 derrotado por Bolsonaro, ele fez coro às críticas à ingenuidade da filha do senador Ramez Tebet.

“Senadora Simone Tebet: ‘Ninguém imaginava que Bolsonaro fosse fazer um governo tão ruim’. Um homem que prega a morte, homenageia torturadores, é racista, homofóbico, machista e nunca fez nada em 27 anos de vida pública, quem poderia imaginar né”, ironizou o deputado federal Zeca Dirceu (PT), filho do ex-ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu.

Outros foram mais agressivos com a presidenciável. “’Ninguém imaginava que Bolsonaro seria o pior presidente da história’ – Simone Tebet. 1 cidadão comum despolitizado que foi enganado por fakenews até vai, já uma POLÍTICA DE CARREIRA, SENADORA, dizer isso? Ou você é muito BURRA ou é muito MENTIROSA, Simone!”, postou Thiago Brasil.

Até o ator Bemvindo Siqueira comentou a declaração da emedebista. “SIMONE TEBET ARRANJA DESCULPA PARA FASCISTAS ARREPENDIDOS ! https://youtu.be/l7oBc3LtfrQ”, comentou. “Simone Tebet, Olhe Para Cima!”, tuitou Ricardo Pereira, fazendo alusão ao filme “Não olhe para cima”, lançado na semana passada pela Netflix.

Alguns também concordaram com a declaração polêmica da senadora. “Pior, penso que a senadora está simplesmente sendo coerente, não vi inverdades em sua entrevista, tudo o que falou, assisti através dos meios de comunicação, absurdos, um dia após outro”, disse Selso Lozano.