A Europa ainda não superou a imagem dos muitos caixões em freezers e, até, estádios e já espera uma segunda ação do novo coronavírus.

Para evitar a doença, Pequim decidiu fechar escolas e jogadores de basquete dos Estados Unidos só retomam partidas após testes. Os EUA esperam 130 mil mortes até os primeiros dias de julho.

Veja mais:

Boletim Covid O Jacaré: Paraguai instala 300 pias comunitárias em assentamentos rurais

Com explosão de casos na Capital e no interior, MS bate novo recorde na pandemia

Com mais três óbitos em 24h, covid-19 mata 28 pessoas e supera pandemia da H1N1 em MS

Europa supera 1ª onda de contágio, mas espera novas infecções

O Centro Europeu de Prevenção de Doenças afirmou nesta sexta-feira que o continente já ultrapassou a primeira onda de contágio pelo novo coronavírus. Apenas Polônia a Suécia permanecem no registro de elevado números de casos, o que demonstra descontrole do modelo adotado para evitar a circulação viral.

Mesmo com o alívio, a maioria dos países europeus ainda registra mortes e há previsão de uma segunda onda de contágio para as próximas semanas. As autoridades de saúde apontam que a abertura precoce das atividades vai contribuir para uma nova e preocupante onda de infecções.

EUA projeta superar 130 mil mortes por coronavírus até 4 de julho

O dia da independência norte-americana também deve marcar a perda de 130 mil mortes devido ao novo coronavírus nos EUA. A estatística integra a previsão do CDC (Centro de Controle de Doenças) do país, com base em modelos matemáticos elaborados por 17 instituições de estudo. Até esta sexta-feira, 114.357 pessoas morreram nos EUA em decorrência da covid-19. Mesmo sem a redução de casos, as autoridades norte-americanas optaram por retomar as atividades, uma decisão contrária ao serviço de saúde, que recomenda o isolamento físico.

Após registrar três novos casos de covid, Pequim suspende aulas de 520 mil

Estudantes de ensino fundamental vão permanecer com as atividades em casa. Somente os alunos mais velhos, das classes complementares, e os universitários não serão afetados. A estratégia é evitar uma nova onda de infecções pelo Sars-Cov-2, o coronavírus causador da covid-19.

Liga de basquete dos EUA retoma temporada após testes covid-19

Jogadores de basquete da liga profissional norte-americana, a NBA, vai aplicar testes de covid-19 em todas as 22 equipes antes de retomar a nova temporada. Os testes serão realizados entre 23 e 30 de junho e têm como objetivo garantir a segurança dos atletas e equipes de apoio. A previsão é de que a temporada seja retomada em 30 de junho.

Fazemos o boletim covid-19 porque:

O boletim Covid-19 do Jacaré é tem como objetivo ajudar a compreender a extensão da emergência sanitária no Brasil e no mundo. Em dezembro de 2019, as autoridades de saúde chinesa informaram a OMS (Organização mundial de Saúde) sobre o surto de uma nova doença, que foi nomeada posteriormente de ovid-19. Desde então foram registrados em 216 países. Os dados sobre casos e mortes são fornecidos pela Universidade Johns Hopkins, mas podem não representar a totalidade por conta da subnotificação registrada em muitos países, como o Brasil, que mudou a sistemática de divulgação dos indicadores relativos à covid-19.

Errata

Ao contrário do que informamos ontem no quadro com os dados da covid-19, o Reino Unido não registrou 584.263 e, sim, 292.950. Pedimos desculpas pelo inconveniente.