Tag: funcionários fantasmas

TCE pagou R$ 80,7 milhões a empresa que contratou parentes de conselheiros e de políticos

Corte fiscal contratou de capataz de fazenda a advogado com bons salários para atuar como administrador de redes e analistas de informática (Foto: Arquivo

A empresa Dataeasy Consultoria e Informática Ltda, que recebeu R$ 80,743 milhões do Tribunal de Contas do Estado entre 2018 e 2020, está no centro das investigações da Operação Mineração de Ouro, deflagrada nesta terça-feira (8) pela Polícia Federal. Ela é acusada de contratar parentes de conselheiros e políticos e até de abrigar funcionários fantasmas, conforme despacho do ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça.

Ler mais

Ex-secretário de Administração continua com bens bloqueados por contratar fantasmas

Ex-secretário e Olarte são réus por nomear três funcionários fantasmas na Prefeitura de Campo Grande (Foto: Arquivo)

A Justiça negou novo pedido de liminar para suspender o bloqueio dos bens e contas bancárias do ex-secretário municipal de Administração, Valtemir Alves de Brito. Ele está com R$ 148,8 mil bloqueados desde 24 de junho de 2015 em ação de improbidade administrativa pela contratação de três funcionários fantasmas. É mais um escândalo da gestão de Gilmar Olarte (sem partido).

Ler mais

Juiz condena Olarte e Bernal a ressarcir erário e pagar R$ 2,5 milhões por fraude em convênios

Olarte vai pagar multa de R$ 1,5 milhão, enquanto Bernal mais R$ 1 milhão (Foto: Arquivo)

Sentença judicial condenou os ex-prefeitos de Campo Grande, Alcides Bernal (Progessista) e Gilmar Antunes Olarte, pelas fraudes nos convênios com a Omep e Seleta. Além de ressarcir os cofres públicos pelos prejuízos causados, eles deverão pagar multa de R$ 2,5 milhões e ter os direitos políticos por até seis anos. O senador Nelsinho Trad (PSD) se livrou do julgamento graças ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que mandou excluí-lo da denúncia.

Ler mais

Fantasmas, falta de transparência, piada nacional… mas legislativo estadual pode piorar

Siufi e o pesquisador que conversou com o ET Bilu: o ápice da desmoralização do dinheiro público (Foto: ALMS)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul virou escárnio nacional ao homenagear o presidente da Dakala Pesquisas e fundador do projeto Portal em Corguinho, Urandir Fernandes de Oliveira. Ele ficou famoso por manter contato com o extraterrestre chamado de Bilu. Além de ser alvo de piada nacional, o legislativo estadual acumula denúncias de funcionários fantasmas, de deputados enrolados com a Justiça, de ser o único órgão a não cumprir integralmente a Lei da Transparência, de criar CPI para proteger o governador, entre outros. Ler mais

Juiz condena Seleta e ex-presidente a pagar R$ 40 milhões por fraude em convênios

A Justiça condenou a Seleta e o ex-presidente Gilbraz Marques da Silva por improbidade administrativa e a pagar R$ 40,1 milhões à Prefeitura Municipal de Campo Grande. É a primeira sentença em decorrência da fraudes nos convênios, que incluíam pagamento de salários a funcionários fantasmas, em duplicidade e desvios de recursos públicos. Ler mais

STJ bloqueia R$ 16 milhões de Nelsinho por supostas fraudes em convênios da Omep

Nelsinho Trad teve os bens bloqueados pelo STJ em decorrência de denúncias em supostas fraudes em convênios da Omep (Foto: Arquivo)

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou o bloqueio de R$ 16,089 milhões do ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB) para garantir o ressarcimento dos cofres públicos em decorrência das fraudes cometidas no convênio entre a Prefeitura de Campo Grande e a Omep. Na semana passada, ele se tornou réu por improbidade administrativa na 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos. Ler mais

Candidatos, Nelsinho e Bernal viram réus por supostas fraudes em convênios

Nelsinho vira réu em mais uma ação por improbidade administrativa, agora pelos prejuízos milionários causados pela Omep (Foto: O Jacaré)

Os últimos três ex-prefeitos de Campo Grande se tornaram réus em mais uma ação por improbidade administrativa e podem ser condenados pelas supostas fraudes nos convênios com a Omep e Seleta. O prejuízo aos cofres públicos teria sido de R$ 16,089 milhões entre 2012 e 2016. Ler mais

MPE suspeita de fantasmas até milionário na folha de pagamento da Assembleia de MS

Novo inquérito, publicado no Diário Oficial do MPE de segunda-feira, apura a existência de mais duas funcionárias fantasmas na Assembleia (Foto: Divulgação)

O MPE (Ministério Público Estadual) mantém a caçada aos fantasmas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Novas investigações do órgão revelam que mais funcionários podem estar recebendo do legislativo sem cumprir expediente. A folha de pagamento ainda inclui milionário e funcionário de empresa particular. Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑