Tag: carlão

Vai melar? PGR opina pela anulação da reeleição de Carlão como presidente da Câmara

Ronilço Guerreiro, 3º secretário, e Carlão, presidente, foram reeleito sem amparo da Constituição, segundo MPF (Foto: Arquivo)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, opinou pela procedência parcial da ação do Partido Verde para anular a reeleição do vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), como presidente da Câmara Municipal de Campo Grande. A recondução dos membros da mesa diretora para o mesmo mandato é inconstitucional e ilegal.

Ler mais

Carlão ignora 13 vereadores e sepulta CPI do Consórcio Guaicurus após ouvir procurador

Câmara ignora drama do usuário do transporte coletivo e descarta CPI, apesar de proposta ter tido apoio de 13 vereadores, três a mais do que o mínimo necessário (Foto: Richelieu de Carlo Pereira/O Jacaré)

O presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), ignorou as assinaturas de 13 vereadores e enterrou a proposta para criar a CPI para investigar o Consórcio Guaicurus. Ele seguiu o parecer do procurador-geral da Câmara, Luiz Gustavo Lazzari, que não foi eleito, e livrou as empresas de ônibus, que prestam péssimo serviço na Capital e são controladas pela poderosa família Constantino.

Ler mais

Coffee Break: ex-vereadora que mudou depoimento é assessora na Câmara Municipal

Polêmica: Luiza não conseguiu ser eleita vereadora, mas voltou como assessora e salário de R$ 5,9 mil neste ano (Foto: Arquivo)

A ex-vereadora Luiza Ribeiro (PT) é assessora na Câmara Municipal de Campo Grande desde o início de fevereiro deste ano. Considerada uma das principais testemunhas do histórico julgamento da Coffee Break, ela acabou desapontando a acusação e agradando a defesa dos réus ao mudar o tom do depoimento ao não repetir as acusações feitas de forma enfática no Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Ler mais

Coffee Break: vereadores e políticos se complicam ao explicar ligações de João Amorim

Richelieu de Carlo e Edivaldo Bitencourt
Cafezinho de João Amorim tem colocado ex e atuais vereadores em saia justa no julgamento histórico da Coffee Break (Foto: Arquivo)

Interceptações telefônicas da Polícia Federal estão complicando os vereadores no histórico julgamento da Operação Coffee Break, que começou na terça-feira (18) na 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos. Eles insistem que a cassação do prefeito Alcides Bernal (Progressistas) foi resultado de atuação política, mas não conseguem explicar ou se contradizem sobre os diálogos telefônicos com o poderoso empresário João Amorim, suspeito de ser sócio oculto da Solurb.

Ler mais

Apesar de renovação, velhos costumes fazem Câmara ser reprovada por 33,08% dos eleitores

Renovação de 18 das 29 cadeiras não melhora imagem do legislativo, segundo pesquisa (Foto: Divulgação)

A renovação de 18 das 29 cadeiras não melhorou o mau humor do eleitor campo-grandense com a Câmara Municipal. Conforme pesquisa Ranking, 33,08% consideram o trabalho dos vereadores como ruim ou péssimo, enquanto apenas 15,33% avaliam como bom ou ótimo. O resultado pode estar ligado a manutenção dos velhos hábitos da classe política.

Ler mais

Juiz marca julgamento da Coffee Break e põe André, Carlão e mais 19 no banco dos réus

André e Olarte serão interrogados em ação por improbidade pela cassação de Bernal (Foto: Arquivo)

Suspenso em março do ano passado por causa da pandemia da covid-19, o histórico julgamento da Operação Coffee Break foi remarcado para ocorrer a partir do dia 18 de maio deste ano. Acusados de tramar a cassação do prefeito Alcides Bernal (Progressistas) em troca de interesses particulares, 21 vão sentar no banco dos réus, entre os quais o ex-governador André Puccinelli (MDB), o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), e o secretário estadual especial Flávio César (PSDB).

Ler mais

Favorito para presidir Câmara, Carlão teve doação de Jamilson Name e de investigado pela PF

Com desistência de João Rocha, Carlão se torna favorito a assumir presidência da Câmara (Foto: Arquivo)

O deputado estadual Jamilson Lopes Name (sem partido) e o empresário Alexandre Souza Donatoni, o Xiru, investigado na Operação Motor de Lama, denominação da 7ª fase da Lama Asfáltica, responderam por 56% das doações feitas ao vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB). O socialista é o favorito para ser eleito presidente da Câmara Municipal de Campo Grande.

Ler mais

Apesar de 18 vereadores novos, Câmara deve eleger réu na Coffee Break como presidente

Carlão é o favorito para presidir legislativo, mesmo sendo réu por corrupção (Foto: Divulgação)

Apesar da eleição de 18 vereadores novos, com a reeleição de apenas 11 dos 29 parlamentares, pouca coisa deve mudar no comando da Câmara Municipal de Campo Grande. O novo presidente do legislativo deve ser um dos réus na Operação Coffee Break, como ficou conhecido o escândalo de corrupção e pagamento de propina na cassação de Alcides Bernal (Progressistas) na madrugada de 12 de março de 2014.

Ler mais

Coffee Break: STJ mantém três vereadores como réus e adia julgamento de recurso de André

João Rocha e Carlão tiveram recurso contra decisão da ministra, que os tornou réus na Coffee Break, negado por unanimidade na 2ª Turma do STJ (Foto: Divulgação)

A 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça rejeitou, por unanimidade, os agravos internos e manteve a ação por improbidade administrativa contra cinco réus na Operação Coffee Break, inclusive contra três vereadores de Campo Grande. Por outro lado, a pedido da relatora, ministra Assusete Magalhães, a corte adiou o julgamento do recurso do ex-governador André Puccinelli (MDB) e do empresário Carlos Eduardo Naegele, dono do Midiamax.

Ler mais

© 2021 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑