Tag: carlão (page 1 of 2)

Políticos alegam crimes fantasiosos e usam lei de Bolsonaro para fulminar Coffee Break

Senador Nelsinho Trad, réu na Coffee Break por improbidade, ao lado de Jair Bolsonaro. (Foto: Arquivo)

A ação da operação Coffee Break chega à reta final com as defesas apontando a prescrição do processo com base na nova LIA (Lei da Improbidade Administrativa), sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em outubro do ano passado.

Ler mais

Para alívio de políticos poderosos, saída de juiz vai atrasar sentença da Coffee Break

Com saída de magistrado da Vara de Direitos Difusos, sentença da Coffee Break vai atrasar. Carlão é um dos réus (Foto: Arquivo)

A saída do juiz David de Oliveira Gomes Filho da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Coletivos vai atrasar a sentença da Operação Coffee Break, para alívio de políticos poderosos, como o ex-governador André Puccinelli (MDB), o senador Nelsinho Trad (PSD) e o presidente da Câmara da Capital, Carlos Augusto Borges, o Carlão. O desfecho estava previsto para o segundo semestre deste ano, oito anos após o golpe que cassou o mandato de Alcides Bernal (PP).

Ler mais

Ademir e presidente da Câmara anunciam demissão de assessor parlamentar preso com droga

Prisão de assessor surpreendeu Santana. Em nota, ele disse que Robson tinha apresentado todas as certidões criminais (Foto: Arquivo)

O vereador Ademir Santana (PSDB) anunciou, em nota, que ficou surpreso com a prisão do assessor, Robson José Ximenes, 31 anos, com 41,5 quilos de cocaína na noite desta terça-feira (4) em Campo Grande. Ele e o presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), anunciaram a exoneração imediata do funcionário do cargo.

Ler mais

Assessor de vereador do PSDB da Capital é preso com cocaína avaliada em R$ 1 milhão

Cocaína encontrada na casa de assessor da Câmara Municipal de Campo Grande pesou 41,5 quilos e está avaliada em mais de R$ 1 milhão (Foto: Divulgação/Batalhão de Choque)

Um assessor do vereador do PSDB em Campo Grande foi preso com 41,5 quilos de cocaína na noite desta terça-feira (4) no Bairro São Conrado, na Capital. A droga está avaliada em R$ 1,037 milhão. Preso pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar, Robson José Ximenes, 31 anos, ganha R$ 4,8 mil por mês para atuar no gabinete de Ademir Santana (PSDB).

Ler mais

Funcionário fantasma, ônibus ruim… fim do problema, Câmara proíbe dançar no plenário

Carlão poderá poder, de ofício, quem cometer o maior dos crimes, dançar no plenário da Câmara Municipal (Foto: Arquivo/Izaías Medeiros/Câmara Municipal)

Pagamento de funcionário fantasma, corrupção e pagamento de propina na coleta do lixo, enriquecimento ilícito, ônibus ruim e caro, crise econômica… nada disso incomodou tanto os vereadores de Campo Grande, como a dança em plenário. Em uma semana, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), articulou e aprovou o projeto de resolução para mudar o Regimento Interno e punir até com suspensão do mandato o vereador que dançar nas dependências da Casa de Leis.

Ler mais

STF nega pedido para anular reeleição antecipada de Carlão como presidente da Câmara

Nenhum ministro votou pela anulação da reeleição antecipada em um ano e meio da Mesa Diretora da Câmara de Campo Grande (Foto: Arquivo)

O plenário do Supremo Tribunal Federal negou o pedido do Partido Verde para anular a reeleição antecipada do atual presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB). No entanto, oito ministros acompanharam o voto da relatora, Cármem Lúcia, que limitou a apenas uma reeleição, apesar da Constituição permitir apenas um mandato por legislatura.

Ler mais

Relatora no STF diz que só pode uma reeleição de Carlão como presidente da Câmara

A ministra Cármen Lúcia, relatora no Supremo Tribunal Federal, não considerou inconstitucional a recondução dos atuais integrantes da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campo Grande. No entanto, no voto que abriu o julgamento virtual no plenário da corte, ela votou que só será permitida uma reeleição do presidente do legislativo, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB).

Ler mais

Vai melar? PGR opina pela anulação da reeleição de Carlão como presidente da Câmara

Ronilço Guerreiro, 3º secretário, e Carlão, presidente, foram reeleito sem amparo da Constituição, segundo MPF (Foto: Arquivo)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, opinou pela procedência parcial da ação do Partido Verde para anular a reeleição do vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), como presidente da Câmara Municipal de Campo Grande. A recondução dos membros da mesa diretora para o mesmo mandato é inconstitucional e ilegal.

Ler mais

Carlão ignora 13 vereadores e sepulta CPI do Consórcio Guaicurus após ouvir procurador

Câmara ignora drama do usuário do transporte coletivo e descarta CPI, apesar de proposta ter tido apoio de 13 vereadores, três a mais do que o mínimo necessário (Foto: Richelieu de Carlo Pereira/O Jacaré)

O presidente da Câmara Municipal, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), ignorou as assinaturas de 13 vereadores e enterrou a proposta para criar a CPI para investigar o Consórcio Guaicurus. Ele seguiu o parecer do procurador-geral da Câmara, Luiz Gustavo Lazzari, que não foi eleito, e livrou as empresas de ônibus, que prestam péssimo serviço na Capital e são controladas pela poderosa família Constantino.

Ler mais

Coffee Break: ex-vereadora que mudou depoimento é assessora na Câmara Municipal

Polêmica: Luiza não conseguiu ser eleita vereadora, mas voltou como assessora e salário de R$ 5,9 mil neste ano (Foto: Arquivo)

A ex-vereadora Luiza Ribeiro (PT) é assessora na Câmara Municipal de Campo Grande desde o início de fevereiro deste ano. Considerada uma das principais testemunhas do histórico julgamento da Coffee Break, ela acabou desapontando a acusação e agradando a defesa dos réus ao mudar o tom do depoimento ao não repetir as acusações feitas de forma enfática no Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Ler mais
« Older posts

© 2022 O Jacaré

Site desenvolvido por Fernando DiasUp ↑